Microsoft desiste do “ilimitado” e reduz espaço no OneDrive de todo mundo, inclusive o seu


O OneDrive era um serviço interessantíssimo: era o único entre os grandes que oferecia espaço ilimitado na nuvem a um preço baixo. Mesmo nos planos gratuitos, a Microsoft era bastante generosa: todos os usuários recebiam 15 GB, e bastava ativar o upload automático de fotos nos aplicativos móveis para dobrar o espaço — sem contar as inúmeras promoções para ganhar armazenamento grátis no OneDrive.

Mas isso acabou. De surpresa, a Microsoft anunciou na madrugada desta terça-feira (3) que está voltando atrás nos planos de oferecer espaço ilimitado no OneDrive. A partir de hoje, todos os assinantes receberão 1 TB de armazenamento. Quem já é assinante e possui mais de 1 TB ocupado terá 12 meses para deletar os arquivos excedentes — caso contrário, os dados poderão ser excluídos pela empresa.

A Microsoft mudou de ideia em relação ao “ilimitado” porque alguns usuários enviavam a coleção inteira de filmes para o OneDrive, ocupando muito espaço — em certos casos, as contas chegavam a 75 TB. Pelas minhas contas, 75 TB é menos que “ilimitado”, mas pelo visto isso não estava nos planos da empresa: “Em vez de focar em cenários de backup extremos, queremos manter o foco oferecendo experiências de produtividade e colaboração de alto valor que beneficiam a maioria dos usuários do OneDrive”, diz.

Mas o mais estranho é que os usuários gratuitos também foram afetados pelas mudanças. Até agora, o OneDrive oferecia 15 GB de espaço para todos os usuários. Na contramão do mercado, todos terão o armazenamento reduzido para 5 GB no início de 2016. Além disso, o bônus de 15 GB do backup automático de fotos nos aplicativos móveis, que não tinha validade, será cancelado pela Microsoft.

Bônus de 15 GB do backup automático de fotos será cancelado

Os planos pagos também mudaram. Antes era possível contratar 100 GB ou 200 GB de espaço adicional no OneDrive. Essas opções deixarão de existir, dando espaço para um plano de 50 GB, que custará US$ 1,99 por mês. Isso é bem estranho porque até a Apple cobra mais barato: no iCloud Drive, 50 GB custam US$ 0,99.

Quem é assinante do Office 365 e se frustrou com as mudanças receberá um reembolso proporcional. Além disso, contas gratuitas que usam mais de 5 GB no OneDrive terão uma assinatura de 1 ano do Office 365 Personal como cortesia. A Microsoft ainda não informou como funcionará o resgate.

Não é a primeira vez que a empresa diminui o espaço para contas gratuitas. Quando ainda se chamava SkyDrive, o serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft oferecia 25 GB. Em abril de 2012, o espaço havia sido reduzido para 7 GB — no entanto, usuários antigos tinham a opção de manter o limite anterior.

Tags: Sky Drive, Microsoft, one drive

Via tecnoblog.net

Total de comentários: 2
avatar
0
1
Uma pena. Eu uso o One Drive para backup dos meus arquivos. Em todo caso, existem concorrentes.
avatar
0
2
Eu quase assinei o Office365 em grande parte por causa do "espaço ilimitado" do OneDrive....
avatar